terça-feira, 30 de outubro de 2012

Estudo aponta carência de segurança em pequenas obras

 

Rio de Janeiro/RJ-
Encanadores, pedreiros, carpinteiros, serralheiros, eletricistas, pintores e ladrilheiros. Profissionais que, além de compartilhar o local de trabalho, sofrem de um mesmo problema: a carência de condições de segurança quando operam em obras de pequeno porte. A conclusão é da tese de doutorado Construção civil e saúde do trabalhador: um olhar sobre as pequenas obras, apresentada na Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/ Fiocruz). O estudo analisa as políticas de segurança e saúde do trabalhador em pequenos canteiros e revela que as obras de menor porte, em comparação com as maiores, são menos visíveis à sociedade e à fiscalização. Para a tese, foram entrevistados, entre março e junho do ano passado, profissionais de diversas áreas de formação e níveis de atuação na indústria de construção civil, no Rio de Janeiro. Entre eles, engenheiros, médicos do trabalho, técnicos de segurança, mestres e encarregados de obras, sindicalistas, auditores, síndicos e trabalhadores.

A indústria da construção apresenta índices significativos de ocorrência de acidentes do trabalho. Dados da Previdência Social apontam que, em 2008, foram registrados 747.663 acidentes, dos quais 49.191 ocorreram no setor de construção, correspondendo a 6,58% do total dos acidentes laborais no país. Em 2010, ocorreram 846 acidentes do trabalho fatais no Brasil, sendo 30% do total somente na construção civil. E os números crescem a cada ano. Entre 2008 e 2009, houve aumento de 1.312 acidentes no setor, tanto nas pequenas quanto nas grandes obras. Nas de maior porte, o crescimento foi de 28% entre 2007 e 2009, enquanto nas de menor porte foram 35% acidentes a mais durante o mesmo período.

Os principais acidentes na indústria de construção civil são as quedas, os acidentes perfuro-cortantes e eletrocussão, provocados por inadequação dos andaimes, plataformas e guinchos, instalações elétricas precárias e deficiência de pessoal habilitado. Nos canteiros de obras, não é raro o acúmulo de materiais pontiagudos e escombros, além de limpeza deficiente e falta de dispositivos de proteção, rampas e passarelas, conforme revela o estudo. Para o autor da tese, Haroldo Gomes, a compreensão dos fatores que produzem os acidentes no setor é essencial, dado o conjunto de riscos ocupacionais que a indústria de construção civil expõe à saúde dos trabalhadores devido à grande quantidade de atividades envolvidas no canteiro de obras e à sua falta de gerenciamento.

Problemas e soluções nas pequenas obras
A falta de atenção necessária à segurança e saúde do trabalhador de pequenos canteiros remete ao processo das relações de trabalho estabelecidas ao longo dos séculos no país. Segundo Gomes, a escravidão deixou como herança a desvalorização do trabalho braçal, afetando a relação entre empregadores e empregados na sociedade contemporânea brasileira. "As relações de trabalho no Brasil ainda, em muitos cantos, são do tipo patrão-empregado, não se criando, nessa relação, a harmonia necessária para o desenvolvimento de ações proativas para o trabalhador e para o processo de trabalho em si", explica.

Outro fator que, conforme mostra o estudo, cria espaço para a falta de segurança nas pequenas obras é o desconhecimento de determinações da Normativa NR18, que versa sobre a segurança na construção civil. "Itens como cinto de segurança, capacete, luvas e botas são tudo que a maioria dos engenheiros conhecem", constata Gomes, que, como solução para o problema, sugere maior abordagem sobre a regulamentação em cursos de graduação e pós-graduação em engenharia e arquitetura.

O estudo também indica necessidade de adequação da NR18 às características próprias das pequenas obras. "A simplicidade da forma, aliada à simplificação do conteúdo da normativa, poderia atender tanto aos níveis gerenciais quanto aos próprios trabalhadores", propõe o estudioso. Outra ideia seria, segundo ele, a criação de uma lei específica para pequenas obras englobando apenas os itens mais relevantes de segurança ou a adoção de um programa de condições e meio ambiente de trabalho simplificado para esse tipo de obras, a partir do qual seria elaborada uma cartilha com conteúdo didático e explicativo para os trabalhadores.

Outro problema agravante da situação nas obras de menor porte é o crescimento do assalariamento sem carteira assinada e do trabalho autônomo. "Sem experiência, sem orientação, sem respaldo legal, os trabalhadores se expõem mais facilmente às condições adversas e ao risco de acidentes", explica Gomes. O estudo mostra ainda que a terceirização dos serviços, muito comum no setor, favorece a falha na comunicação, uma vez que leva aos canteiros equipes cujo contato com as demais é restrito. Para minimizar esse aspecto, o estudioso sugere o uso do Diálogo Diário de Segurança. "Às vezes bastam cinco minutos no início do dia para conversar com os trabalhadores e repassar as informações mais importantes sobre a segurança e a prevenção dos acidentes naquela etapa da obra", afirma.

Consciência, aprendizado, conhecimento, fiscalização e orientação são as palavras-chave para a melhoria das condições de segurança e saúde dos trabalhadores nos pequenos canteiros de obra. Porém, para mudar de fato o atual panorama da situação dos profissionais, é preciso algo mais. "A luta pela saúde no trabalho ainda se encontra, muitas vezes, restrita a alguma forma de atuação sindical, ou então é percebida como uma questão de custos e penalizações financeiras, quando, na verdade, precisa ser vista como algo mais abrangente e referente à saúde pública", conclui Gomes.
Fonte: Agência Fiocruz de Notícias / Revista Proteção

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Mensagens do SOMBRA VIRTUAL

Mesmo Informante para Cabo Frio

Ontem, quinta-feira, foi um dia de expectativa quanto ao julgamento do recurso do candidato indeferido Alair Correa (PP) no TSE. No jornal Folha dos Lagos, o advogado Carlos Magno dissera que o julgamento seria ontem e o blogueiro/professor Rafael Peçanha também disse que seria ontem. Acho que o informante do Carlos Magno e Rafael era o mesmo, pois o processo de recurso do Alair não entrou na pauta do TSE. Ficou para próxima semana, quem sabe?

Saquarema

As articulações para presidência da Câmara de Vereadores de Saquarema já começaram e o vereador reeleito Paulo Renato (PT) vem trabalhando junto aos seus pares para comandar a casa do povo nos próximos dois anos.

Araruama
Mal terminou a eleição municipal de 2012 já começaram as discussões para 2016 e o vereador eleito Dr Marcelo Amaral (PT) disponta como o futuro líder da oposição do governo do prefeito eleito Miguel Jeovani (PR).

Cotado para São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande
O companheiro Dimas Tadeu (PT), funcionário de carreira da EMATER, está sendo disputado para ocupar a Secretaria de Meio Ambiente em São Pedro da Aldeia e em Iguaba Grande. Quem leva o Companheiro ???

Presidência da Câmara de Arraial do Cabo
Cresce a expectativa para a disputa da presidência da Câmara de Vereadores de Arraial do Cabo, o vereador eleito Luciano Tequinho (PPS) e o vereador reeleito Junior Almenara (PV) estão pleiteando o cargo.

Sucessão de Andinho em Arraial
O 2016 é logo ali ! Nas redes sociais e nas ruas começam os burburinhos de quem será o candidato a prefeito na sucessão de Andinho em 2016. O vice-prefeito reeleito Reginaldo Mendes (PT) é um dos nomes mais fortes na disputa e ainda falam do vereador eleito Renatinho Vianna (PMDB).

Secretariado quase todo definido em Búzios
O Sombra Virtual soube que quase todo secretariado do prefeito eleito Dr Andre Granado (PSC) está definido:
- Obras: vereador Genilson do Banco;
- Turismo: vereador eleito Zé Márcio do Boom;
- Meio Ambiente: Mauro Acerola;
- Serviços Públicos: João Carrilho (pai)
- Chefe de Gabinete: João Carrilho (filho);
- Governo: ex-vereador DJ
- Fazenda: Carlos Terra
Vamos aguardar se vai se confirmar essa equipe mesmo!

Presidência da Câmara em Búzios 
Henrique Gomes (PP) e Lorram (PDT) estão na disputa do grupo dos 7 (vereadores eleitos na coligação de Mirinho Braga) para ocupar a Presidência da Câmara de Búzios. Henrique Gomes vem trabalhando por esse espaço desde outras legislaturas. Vamos aguardar!!!

Retorno de alguns e Primeira vez de outros em Cabo Frio
Na Câmara de Vereadores de Cabo Frio somente 04 vereadores se reelegeram: Dr Taylor (PRB), Dr Luis Geraldo (PPS), Zé Ricardo (PMDB) e Marcello Corrêa (PP). Os ex-vereadores Emanuel Fernandes (PSC), Paulo Henrique (PR) e Eduardo Kita (PT) voltam a câmara.
Dos novos vereadores destacam-se a votação do vereador Vanderlei Bento (PSDB), o Bento III, com pouco mais de 3600 votos e do vereador Aquilles Barrreto (PSB), filho do saudoso Alfredo Barreto (PT) com 2.450 votos. Um detalhe: Aquilles Barreto teve mais votos que Marcello Corrêa que é filho do Alair. 

Até a próxima com as MENSAGENS DO SOMBRA VIRTUAL !!!



quinta-feira, 25 de outubro de 2012

FALA ARRAIAL - ENTREVISTA COM VICE-PREFEITO REGINALDO MENDES (PT) 23.10.12

http://www.youtube.com/watch?v=Jdb4p7TnI00&feature=share&list=UU82MjeIC5YZyCOg3nLLJIyw

Se Toca, CABO FRIO !!! Eu Vou !!!



AEPS divulga números de acidentes de trabalho de 2011

Fonte: Revista Proteção

A 20ª edição do Anuário Estatístico da Previdência Social (AEPS), divulgada nesta quarta-feira, 24 de outubro, apontou um aumento nos acidentes de trabalho e também nos óbitos em 2011 com relação a 2010. Segundo o Anuário, em 2011 foram registrados 711.164 acidentes no Brasil, contra 709.474 em 2010. Também foram registrados 2.884 óbitos no último ano, sendo que em 2010 o número era de 2.753 óbitos.

Os dados apontam ainda aumento no número de acidentes com CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) registrada em 2011, totalizando 538.480, sendo 423.167 acidentes típicos e 100.230 de trajeto. Já os acidentes motivados por doenças ocupacionais tiveram uma queda, passando de 17.177 em 2010 para 15.083 em 2011. O número de acidentes sem CAT registrada também foi mais baixo do que o ano anterior, 172.684.

Em quase todas as regiões do país a quantidade de acidentes registrados aumentou, exceto na Região Sul, onde o índice foi menor em relação ao ano de 2010. No Norte foram 31.084, 91.725 no Nordeste, 387.142 no Sudeste, 153.329 no Sul, e 47.884 no Centro-Oeste. O número de óbitos aumentou nas Regiões Norte, Sudeste, Sul e Centro-Oeste, sendo registrados 205, 1.352, 560 e 349 óbitos, respectivamente. Já a Região Nordeste registrou queda no número de mortes de 452 em 2010 para 418 em 2011.

Os dados do Anuário Estatístico estão disponíveis na guia Estatísticas do site do Ministério da Previdência Social (www.previdencia.gov.br). Para acessá-los diretamente, clique aqui.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Forlagos se reúne para decidir futuro do grupo



Será realizada amanhã, dia 24 de outubro, no cinema de Arraial do Cabo, a reunião ordinária do Fórum de Desenvolvimento da Região dos Lagos – Forlagos, presidido pelo Coordenador de Indústria e Comércio, Trabalho e Pesca de Cabo Frio, Ricardo Azevedo. O encontro servirá para discutir o futuro do grupo de trabalho após as eleições municipais.
De acordo com Ricardo Azevedo, alguns municípios participantes continuarão com o mesmo governante, mas outros terão novos prefeitos e secretários, situação que exige uma transição que precisa ser discutida. Também será decidida na reunião uma data para eleição da nova diretoria que começará a trabalhar a partir de 2013.
Forlagos - Criado há mais de dois anos, o Forlagos abrange onze cidades: Araruama, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Casimiro de Abreu, Cabo Frio, Iguaba Grande, Maricá, Saquarema, São Pedro da Aldeia, Rio das Ostras e Silva Jardim e conta com a participação de instituições de ensino técnico e superior e do Sebrae.
O Fórum tem o objetivo de promover a integração e o fortalecimento dos municípios, visando alcançar o desenvolvimento sustentável, além de apoiar o poder público e a iniciativa privada, organizando um pólo diferenciado para atração de investimentos.


Fonte: PMCF

sábado, 20 de outubro de 2012

SE TOCA CABO FRIO 2012 - Eu Apoio !!!



quinta-feira, 18 de outubro de 2012

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL ENTENDE QUE O TCE É O ÓRGÃO COMPETENTE PARA REJEITAR CONTAS DE ALAIR


Antes de chegar à relatora Luciana Lóssio, o recurso especial impetrado por Alair para assumir a prefeitura de Cabo Frio passou pelo Ministério Público Eleitoral, recebendo o seguinte parecer da Vice-Procuradora Geral Eleitoral Sandra Cureau (FOTO):
 Ou seja: O Ministério Público Eleitoral entende que o TCE-RJ é o órgão competente para julgar as contas do então prefeito Alair Corrêa. Cabe lembrar que Alair teve sete contas rejeitadas pelo TCE-RJ, o que garantiria a impugnação definitiva de seu registro.

O MPE manifesta esse entendimento baseado num voto do Ministro Ayres Brito:

Assim, o MPE entende que o recurso especial impetrado por Alair é falho e realizado na forma errada, já que o processo deveria ter sido examinado pelo TRE-RJ à luz dessa informação – a de que o TCE-RJ é competente para rejeitar as contas de Alair, logo, para gerar essa causa de impugnação de candidatura. O MPE, assim, pede para que o processo retorne ao TRE-RJ, a fim de que o mesmo reexamine essa rejeição de contas e a inclua como causa de impugnação de c

Como a rejeição de contas pelo órgão competente é fator de impugnação definitiva de candidatura, caso o parecer do MPE seja acatado, a situação pode ficar ruim para Alair.

Esse parecer do MPE chegou às mãos da relatora Luciana Lóssio no domingo à noite.

O inteiro teor do parecer do MPE sobre o caso pode ser lido neste link:
 

Já a tramitação do processo, quando de sua passagem pelo MPE, pode ser acessado no link abaixo, bastando selecionar "TSE" e o nome "ALAIR":


 


quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Recurso que irá definir a eleição em Cabo Frio já está registrado no TSE



O recurso impetrado pelo candidato Alair Corrêa (PP) ao TSE, pelo registro de sua candidatura, já chegou ao TSE e foi registrado sob o número 326042012 ontem.

Trata-se de um recurso ao indeferimento de sua candidatura pelo TRE-RJ, gerado por decisão daquele colegiado por 3x2 e confirmada por 6x0 (negado o embargo), vide Recurso Eleitoral 9664, cuja decisão na íntegra se encontra abaixo:


A decisão acima levou os votos de Alair (mais de 58mil) a não serem validados, tornando sua votação zerada no site oficial do TSE (foram todos declarados nulos) e dando a vitória a Janio Mendes, que teve mais de 40mil votos, assim, quase 90% dos votos válidos. 

O recurso no TSE busca reaver a legalidade da candidatura de Alair para que o mesmo possa ser declarado prefeito eleito de Cabo Frio. 

Caso perca, o entendimento majoritário e mais recente é o de que Janio Mendes é diplomado imediatamente prefeito da cidade, ainda que haja outros entendimentos de que, neste caso, haveria uma nova eleição em Cabo Frio.

COMENTÁRIOTem gente dizendo pelo facebook que é preciso deixar Alair em paz. Em primeiro lugar, ninguém quer tirar a paz de ninguém, mas apenas seguir o curso de um processo que já existe. O recurso foi impetrado por Alair, que buscou seus direitos no TSE , e nada há de errado nisso. Além disso, dizer para deixar Alair em paz por causa de processos contra ele é como se o Zé Dirceu desse uma palestra sobre honestidade. Será que todo mundo esqueceu os 2 anos e meio de processos de Alair contra Marquinho? Assim como Alair buscou seus direitos, outros também podem fazê-lo. Ou a justiça só vale para ele?

Fonte: http://www.rafaelpecanha.blogspot.com.br/

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Investir em Segurança do Trabalho dá Lucro !

Quase um milhão de empresas terão redução na alíquota do SAT

Data: 01/10/2012 / Fonte: Previdência Social


Brasília/DF- Em 2013, quase um milhão de empresas de diversos segmentos terão a alíquota do Seguro Acidente de Trabalho (SAT) reduzida em até 50%. Isso se deve à aplicação do Fator Acidentário de Prevenção (FAP). Criado em 2009, o FAP é um fator multiplicador que reduz a alíquota de empresas que não apresentaram acidentes ou doenças de trabalho.

O FAP como instrumento de melhoria do ambiente de trabalho foi tema de exposição do coordenador-geral de Política de Seguro Contra Acidentes do Trabalho e Relacionamento Interinstitucional do MPS, Luiz Eduardo Melo, no primeiro dia de atividades do seminário internacional "Prevenção de riscos no trabalho - Intercâmbio de experiências Brasil Espanha e assistência técnica", que está sendo realizado no Ministério da Previdência Social.

Luiz Melo fez um balanço da evolução da aplicação do fator. Ele explicou que o grande desafio é promover a cultura de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais no país. O coordenador-geral de Política de Seguro Contra Acidentes acrescentou que as regras do FAP evitam que as empresas camuflem a acidentalidade.

O resultado do FAP 2012 de 1.029.964 empresas - com vigência para 2013 - poderá ser consultado no link "Os números mostram que o FAP é, certamente, eficiente na melhoria dos ambientes de trabalho ao promover a redução dos riscos e também de suas consequências", afirmou Luiz Melo.

Por sua vez, o diretor do Departamento de Políticas de Saúde e Segurança Ocupacional (DPSSO) do Ministério da Previdência Social, Cid Pimentel, considera que "o FAP é a mais significativa ação da Previdência Social para poder fortalecer cada vez mais a cultura de prevenção, saúde e segurança do trabalho no Brasil".=

Pela metodologia do FAP, as empresas que registrarem maior número de acidentes ou doenças ocupacionais, pagam mais. Por outro lado, o Fator Acidentário de Prevenção aumenta a bonificação das empresas que registram acidentalidade menor. No caso de nenhum evento de acidente de trabalho, a empresa paga a metade da alíquota do SAT/RAT. A metodologia, porém, não é aplicada à contribuição das pequenas e microempresas, uma vez que elas recolhem os tributos pelo sistema simplificado, o Simples Nacional.

FAP

O Fator Acidentário de Prevenção 2012, com vigência em 2013, foi calculado para 1.029.964 empresas - integrantes de 1.301 subclasses de atividades econômicas. O FAP foi atualizado com base no histórico de acidentalidade de 2010 e 2011 e altera as alíquotas da tarifação individual por empresa do Seguro Acidente.

Do total das empresas, 939.867, ou 91,5%, serão bonificadas na aplicação do FAP 2012. Dessas, 803.063 terão a maior bonificação possível - 0,5 - e poderão ter o seu seguro acidente reduzido pela metade. Somente 8,48% das empresas terão aumento (malus) na alíquota de contribuição ao Seguro Acidente em 2013, pois apresentaram acidentalidade superior à média do seu setor econômico.

Base de cálculo

O fator acidentário é um multiplicador, que varia de 0,5 a 2 pontos, a ser aplicado às alíquotas de 1%, 2% ou 3% da tarifação coletiva por subclasse econômica, incidentes sobre a folha de salários das empresas para custear aposentadorias especiais e benefícios decorrentes de acidentes de trabalho.

O FAP varia anualmente. É calculado sempre sobre os dois últimos anos de todo o histórico de acidentalidade e de registros acidentários da Previdência Social, por empresa. O fator incide sobre as alíquotas das empresas que são divididas em 1.301 subclasses da Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE 2.0).

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

DIREITO DE RESPOSTA DO PR. FILADELFO



Prezado, 
Solicito de vossa parte, dentro do possível, de publicar os e-mail's passado entre eu e o Prof. Chicao. O mesmo me cita em seu blog, mas não me dá o direito da real resposta do mesmo. Conversando com algumas pessoas de credibilidade em nossa cidade, citaram-me o seu blog, de onde tirei o seu e-mail, portanto, veja esta possibilidade.

COMENTÁRIO: Atendi ao pedido do Pastor, mantendo o tamanho das fontes, sem adulterar nada.

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Filadelfo Nascimento de Jesus Filho <pr.filadelfofilho@ig.com.br>
Data: 3 de outubro de 2012 17:03

Assunto: Re: Voto de Jânio
Para: José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com>
Prezado Prof
A "foto linda..." com Alair Corrêa, foi tirada creio eu, no mês de julho/agosto de 2012, por ocasião de um café.O referido fotógrafo, nos pediu que tirássemos uma foto e, que ao meu ver seria muito deselegante da minha parte se assim não o fizesse - minha opinião! Inclusive ao chegar no trabalho, os colegas já tinham a referida e, prestei esta mesma posição que aqui faço ao Senhor. Tenho as minhas convicções políticas e educação.Como o Sr mesmo diz: "O RESTO É PAPO FURADO".
Creio que aqui devemos encerrar a nossa comunicação, uma vez que não houve de vossa parte as publicações dos nossos email's, o que vem demonstrar que não interesse de vossa parte a VERDADE e, sim público. O que não será + o meu caso.
Em 3 de outubro de 2012 16:49, José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com> escreveu:

A VERDADE É UMA SÓ: O SENHOR MAMOU NA PREFEITURA ÀS CUSTAS DO POVO E AGORA E DEFENDE O CANDIDATO DO PREFEITO QUE LHE DEU A BOQUINHA. O RESTO É PAPO FURADO. 

ESTOU COM UMA FOTO LINDA DO SENHOR COM ALAIR. PELO VISTO, O SENHOR GOSTA DE UM POLÍTICO, NÉ. IMAGINO JESUS ANDANDO COM PILATUS E HERODES COMO O SENHOR FAZ HOJE COM OS DONOS DO PODER

Date: Wed, 3 Oct 2012 15:21:33 -0300

Subject: Re: Voto de Jânio
From: 
pr.filadelfofilho@ig.com.br
To: 
moura.ntg1@hotmail.com
Se eu defendo o Sr. junto a Sociedade."Os são não necessitam de médico". É uma pena que o sr. não tenha colocado os nossos email's em seu blog, para vermos com a VERDADE, onde eu atingi à sua família.Agostinho fala sobre a verdade: "ela resistirá o tempo". Os seus ditos não passou 3 dias. Assim como há "raposas" Pastores, temos também professores.Quem foi que disse que me ofendeu. Se as suas palavras não me ofendem.É bem verdade, que elas veem de um "famoso". Estarei enviando aos meus contatos.NÃO ESQUEÇA DE COLOCAR OS NOSSOS EMAIL'S: meu e seu.
Em 3 de outubro de 2012 14:48, José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com> escreveu:
O senhor não disse verdade alguma. O senhor deu a versão que lhe interessava e defendeu quem lhe deu um emprego. E defendeu também aquele que ofendeu seu rebanho, chamando-o de "pintinhos", que ofendeu vcs mesmos, como os pastores de "raposas". E ainda disse que os evangélicos fazem mais coisas erradas que os católicos. EST[Á TUDO GRAVADO E NA ATA DA CÂMARA. O senhor deveria ter vergonha de defender um homem desses. 

JESUS TE AMA !


Date: Wed, 3 Oct 2012 14:41:45 -0300

Subject: Re: Voto de Jânio
From: 
pr.filadelfofilho@ig.com.br
To: 
moura.ntg1@hotmail.com
Eu pensei que o Sr. gostava que a VERDADE fosse dita ao público.Jesus te ama!!!
Em 3 de outubro de 2012 14:12, José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com> escreveu:
MAIS UMA QUE DIZ RECEBEU SEU EMAIL - http://www.facebook.com/thatyporto2008

Date: Wed, 3 Oct 2012 11:12:09 -0300

Subject: Re: Voto de Jânio
From: 
pr.filadelfofilho@ig.com.br
To: 
moura.ntg1@hotmail.com

Em 3 de outubro de 2012 11:11, Filadelfo Nascimento de Jesus Filho <pr.filadelfofilho@ig.com.br> escreveu:
Prezado Prof, bom dia!!!
Seria o Sr, a mesma pessoa que me postou as respostas anteriores?
Por favor, queira publicar em vosso blog, a nossa troca de e-mails, para que as pessoas possam com a sua inteligência fazer esta pequena avaliação, do seu comportamento e do meu.
Por favor me "encaminhe", o e-mail que eu "anda pedindo às pessoas que divulguem o 1º email que lhe enviei e não as suas respostas". Por favor repito, não esqueça de mandar AS PESSOAS.
Quanto a "DIGNIDADE", a minha vida por si só já lhe diz: Sou casado com a mesma mulher por 33 anos e 5 meses.Sou pai de 2 ótimos filhos.Sou funcionário Concursado do BNDES (Admissão em 14.02.1977).Estou na vida Ministerial a 30 anos de ordenação. Estou na Igreja Presbiteriana de Jardim Canaã a 5 anos e, a mesma "não é nenhum curral eleitoral".Sou aposentado do INSS, tendo 35 anos e 9 meses de contribuição.Faço as minhas Declarações à Receita Federal a 33 anos e, pago um pouco a mais do que retenho. Tive o privilégio de ser Conselheiro do CMDCA (2006/2010), neste período efetuei 2 eleições para o Conselho Tutelar.Fui Vice Presidente da Comissão de ètica e Relator da Comissão Permanente de Finanças do CMDCA.
Agora quanto ao estimado Profº, diga-nos FRANCAMENTE, qual é o seu "Perfil Profissiográfico"? Fale-nos 1 pouco de sua família?Quanto tempo de contribuição o Sr. tem para o INSS?Nas Instituições que o Sr. trabalhou (por quanto tempo), por quê razão de sua(s) demissão(ões). Como hoje o Sr. aufere os Seus Rendimentos? Qual é o  vosso conceito, junto à Sociedade Cabofriense? O que o Sr. já contribue/iu, para minorar à desigualdade Social em nossa Sociedade? O Sr. participa destarte a sua vasta graduação (Doutor), de algum Conselho (Cultura/Educação/Meio Ambiente/Alimentar/Segurança/Idoso/Saúde/Portadores de Deficiência/Esportes/Transportes/Segurança ou Ação Social) em nossa cidade? O Sr. se sente útil para à Sociedade Cabofriense em geral?
Portanto, aguardo suas respostas e, sabedor de que JESUS nos ama!!!

Ps: Tem o Sr. a liberdade de colocar as MINHAS RESPOSTAS e as suas também, para que a Rede conheça e, possa dizer se a Igreja Presbiteriana, pode ou não me ter como seu Ministro, já que desejamos somente a VERDADE. Estarei "encaminhando" para alguns blogs também
O pastor Filadelfo, da Igreja Presbiteriana, me enviou um email, ao qual respondi. Ele então me mandou um outro email, ao qual também respondi. Ele tentava justificar a fita em que Janio aparece OFENDENDO OS EVANGÉLICOS. 

Agora, para minha surpresa, o pastor anda pedindo às pessoas que divulguem o primeiro email que me enviou e não minhas respostas. 

Caro pastor, esperava que o senhor tivesse um pouco mais de dignidade e parasse de manipular a verdade. O senhor teve boquinha na prefeitura por anos às custas do povo de Cabo Frio por ter transformado sua igreja em curral eleitoral de Marquinho na última eleição. Qual a sua credibilidade para defender Janio de algo que está gravado e que consta em ata oficial da Câmara ? 

O senhor Janio Mendes ofendeu os evangélicos, queira o senhor ou não. Se isso atrapalha seus planos de boquinhas futuras, o problema é somente seu. Mas não minta e não me use em seus intentos pouco nobres. 

Fico pasmo como a séria Igreja Presbiteriana pode ter um quadro como o senhor. 

Jesus te ama !

Em 2 de outubro de 2012 09:07, Filadelfo Nascimento de Jesus Filho <pr.filadelfofilho@ig.com.br> escreveu:

Bom dia, Prof
Quero agradecer as suas palavras e considerações tida pela IPB. Estarei dentro em breve assistindo o áudio - opero muito pouco esta questão de computador e, quem faz para mim, está na UFF fazendo o seu Mestrado.Creio, que amanhã de manhã já terei visto.
Prof na minha vida pauto por princípio da Justiça e, não é pelo fato de ter trabalhado em cargo Comissionado na Prefeitura, que os meus valores mudarão.
Em 1 de outubro de 2012 17:57, José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com> escreveu:

Eu citei claramente quem é o esgoto e não incluí sua igreja, a quem prezo pela seriedade e a defendo publicamente. Sua igreja foi a única a qual convidei para um evento científico, o que mostra o respeito que tenho por ela. 
O senhor há de convir que estando tantos anos como cargo comissionado de Marquinho sua defesa ardorosa do discurso de Janio, numa interpretação inusitada, é para lá de suspeita.
Sobre os benefícios que as igrejas recebem, cansei de denunciar, estando eu inclusive ameaçado de morte e com pedido de segurança requisitado ao MP pela PF. 
  
Espero que o senhor veja o áudio da fita que passei e tenha boas explicações para a ênfase dada por Janio ao dizer-se católico e dizer que as igrejas evangélicas fazem mais coisas erradas que a dele. 

Abraço 



Date: Mon, 1 Oct 2012 17:49:41 -0300
Subject: Re: Voto de Jânio
Prezado Prof
Creio, que há de vossa parte um pequeno equívoco a meu respeito, quando o Senhor afirma "que eu tenho cargo comissionado do governo". Existe uma VERDADE, até o dia 25 de outubro de 2011, tive o privilégio de realmente ter 1 cargo de Coordenador, onde trabalhei na Secretaria de Transportes, lidando com o combustível onde conseguimos reduzir o gasto, tendo 1 maior nº de carros, caminhões, tratores e ônibus utilizando.Veja bem, o meu papel: eu NUNCA Autorizei qualquer abastecimento e, sim se as Normas implantadas estavam dentro do estabelecido. Não é de hoje, que o Senhor sabe, que sou funcionário Anistiado do Governo Collor e, retornando ao BNDES em 26 de outubro. Portanto, se alguém lhe deu esta informação, encontra-se, totalmente desatualizado - Inclusive, quando da Comemoração do 60º Aniversário o BNDES em junho/2012, recebi uma homenagem, por ocasião dos 35 anos de minha Admissão no BNDES, que ocorreu em 14 de fevereiro de 1977, através de Concurso Público.
Solicito do amado Prof à "relação das Igrejas, que receberam dinheiro nestes 8 anos", por favor, mande-me com documentação comprobatória. Destarte, posso lhe dizer que NUNCA, a Igreja Presbiteriana de Jardim Canaã, recebeu, "QUALQUER VANTAGEM"- para mim é isto que me importa. Leia por favor, a Lei que trata de "impropridade administrativa", quando ela diz com respeito ao conhecimento de fatos na Administração Pública e, como devemos denunciar. 
Prof, talvez por nunca termos tido a oportunidade de conversarmos pessoalmente é que ainda paira dúvida a meu respeito. Contudo, estou nesta cidade apenas 28 anos e, NUNCA procurei qualquer Político, solicitando para mim ou familiares qualquer vantagem. Lá estive, como lhe falei, por conhecimento técnico.Verei, portanto, a questão da fala de Jânio. Não faço parte de qualquer "esgoto do cristianismo".
Em 1 de outubro de 2012 17:22, José Francisco de Moura <moura.ntg1@hotmail.com> escreveu:
Caro pastor;

É muito conveniente essa sua interpretação dos fatos, principalmente sabendo que o senhor tem cargo comissionado do governo e jamais abriu a boca para falar do derrame de dinheiro´público que o prefeito passou para as igrejas evangélicas nesses 8 anos, o que não condiz com seu mencionado "comportamento laico"  

O conteúdo mais completo do áudio e a ata do dia da votação, a que tive acesso e que publicarei posteriormente, não deixam dúvidas. Se o senhor quiser refrescar sua memória, eis a fala mais completa de Janio à época:http://www.facebook.com/photo.php?v=438514712865580

O que mais me deixa indignado na fala do ilustre ex deputado, que aliás, tem sua vice da Assembleia de Deus como ex funcionária fantasma do gabinete do deputado Felipe Peixoto, é o fato dele, Janio, ter ocupado o lugar da raposa e hoje querer os votos dos "pintinhos" que ele criticava, aliando-se para isso ao que eu chamo de "esgoto do cristianismo", representado aqui na cidade pelo pastor dos bingos e no país pelo senhor Malafaia. 

Abraço


José Francisco 

Date: Mon, 1 Oct 2012 14:34:31 -0300
Subject: Voto de Jânio
From: 
pr.filadelfofilho@ig.com.br
To: 
moura.ntg1@hotmail.com


Prezado Prof
Tiva à oportunidade de assistir o referido "vídeo" de uma votação concernente ao chamado "Dia dos Evangélicos". É de lamentar, que seria necessário pedirmos à referida Câmara Municipal TODA a gravação, pois a mesma se encontra de forma "equivocada". Por ocasião, desta eleição me encontrava no plenário - até porquê fazia parte da Diretoria do Conselho de Pastores.Assunto este, que já se arrastava desde de 1995. Na época, o signatário, gostaria de que fosse "feriado". O Conselho se posicionou "contrário", pois FERIA FRONTALMENTE o que consta na CF/88 - a lide relação Estado e Igreja. Sugerimos que fosse somente uma "data comemorativa" e, que em nada viesse a interferi no dia a dia de nossa cidade. Quanto a fala do então Vereador Jânio Mendes, a meu ver na época - pois novamente repito lá estava, foi no sentido figurado e, em momento algum veio a desmerecer os membros das Igrejas Evangélicas e, muito menos nós Pastores.
Entendo prezado Prof, que nós temos realmente "raposas" em nosso meio eclesiástico, principalmente aqueles que "perdem a visão" da chamada "primordial" da Igreja e, dentro de sua "esperteza" faz "escambo" e tem a igreja - que não é sua, como curral eleitoral, isto é que nós deveriámos estar combatendo e darmos o nome de todos eles nos blogs, facebook.
Sou cidadão brasileiro, que contribuo com os impostos - em dia por sinal.Aprendi a vivenciar o contido bíblico sobre autoridade secular (Romanos 13 - Tito 3;1 e 1ª Timóteo). Neste momento cívico procurei apenas a me ater as propostas dos candidatos ao Poder Executivo e, a sua viabilidade de aplicação. Não sei de onde foi efetuado o referido CD, eu só sei que lamentável, pois quando falamos de credibilidade, dignidade, honradez, idoneidade moral, fica difícil aceitarmos tal situação.
Creio que o prezado Prof  não deve se "iludir" com o referido conteúdo, pois ele não traduziu e nem traduz e nem traduz a verdade vivida à època. Caso haja qualquer necessidade, encontro-me à vossa disposiçãso para dirimir qualquer dúvida que ainda possa pairar.
Rev. Filadelfo Filho - Pastor da Igreja Presbiteriana de Jardim Canaã, funcionário Concursado do BNDES, cedido ao Ministério Público do Trabalho 1ª Região.