terça-feira, 31 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidados com Queimaduras



  • Testar sistematicamente a temperatura da água, antes do banho do bebê.
  • Não deixar fósforos, isqueiros, lamparinas, velas e candeeiros acesos ao alcance da criança.
  • Não deixar substâncias combustíveis, como álcool, éter, gasolina, que rosene e outros ao alcance da criança.
  • Proibir as crianças menores de oito anos de acender o aquecedor do banheiro ou outro aparelho a gás.
  • certificar-se que a criança com mais de oito anos sabe acender e apagar corretamente o aquecedor a gás.
  • Condicionar a criança a não bricar com fogo, fogos de artifício e combustíveis.
  • Praticar com as crianças exercícios simulados de evacuação do prédio em chamas.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidados com Trabalhos Domésticos

Ao se trabalhar sobre mesa ou balcão, evitar ficar com o tronco totalmente inclinado: a mesa ou balcão devem ter a altura suficiente para não exigir a inclinação. Ao se utilizar da pia, lavar roupa ou quando ficar muito tempo em pé, aconselha-se o uso de um banquinho ou um apoio que permita a colocação alternada dos pés o que evita fadiga excessiva.

Ao fazer a cama, inclinar-se curvando os joelhos. Ao varrer, passar aspirador de pó, evitar "torcer" a coluna para apanhar algo que ficou atrás.

Ao realizar atividades de jardinagem, agachado, procurar flexionar os joelhos, mantendo as costas retas e, se for possível, apoiar uma das mão nos joelhos. Outra alternativa é ajoelhar-se sobre uma das pernas e apoiar o tronco sobre uma das coxas alternandamente.

Ao sentar, o encosto da cadeira deve ser amplo e reto ,dando apoio à coluna. Deve existir mecanismo de ajuste da altura da cadeira, ou colocação de apoio para os pés .As pernas devem permanecer embaixo da mesa e os braços devem ficar juntos ao corpo. Nas refeições, não se curvar sobre a mesa e procurar apoiar os pés no chão.

Assitir televisão, de preferência, sentado em cadeira ou poltrona que permita manter a coluna bem acomodada. Ver deitado só se a televisão estiver colocada bem no alto.

Para realização de trabalhos manuais, como tricô, utilizar uma cadeira que tenha apoio para os braços ou, então, fazer sobre uma mesa, evitando permanecer como braços estirados, tensionando a musculatura cervical e dorsal.

domingo, 29 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidados com Animais Domésticos e Animais Peçonhentos.

Cuidados com Animais Domésticos:
  • Vacinar animais domésticos, como cães e gatos, anualmente.
  • Condicionar crianças a não provocar cães e gatos.
  • Condicionar crianças a não brincar com cães e gatos desconhecidos.
  • Em caso de dúvidas sobre a contaminação com o vírus da raiva, manter o animal sob observação por dez dias.
  • Se animal apresentar sintomas da raiva, fugir, ou morrer, providenciar, imediatamente, o tratamento anti-rábico da vítima.

Cuidados com Animais Peçonhentos:
  • Evite andar em áreas de matagal, lixo acumulado, restos de material, pois os animais ditos peçonhentos como cobras, aranhas e escorpiões, gostam de se esconder em tais locais.
  • Mantenha o espaço ao redor da casa sempre limpo e se por necessidade precisar andar em áreas de matagal, usar calçados fechados, ou, de preferência, botas de couro de cano longo.
  • Evitar cultivar bananeiras ou folhagens muito próximo da residência.
  • Ao entardecer, hora que escorpiões e aranhas entram em residências proteger as frestas de janelas e portas com sacos de areia longos e de pequeno diâmetro.
  • Ao mexer com folhas, lixo, palha ou lenha, usar luvas de couro.
  • Onde tem ratos, tem cobras. Fechar buracos em muros,portas e janelas.
  • Enterrar o lixo.
  • Ao calçar sapatos ou botas em locais onde existem cobras, ver se não tem uma dentro.

sábado, 28 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidados com Afogamento.

Os afogamentos são causas de muitos acidentes, vejam alguns cuidados que devem ser tomados afim de evitá-los :
  • Em piscinas e riachos deve-se estar sempre atento ao movimento de crianças.
  • Colocar bóias nas crianças que não sabem nadar.
  • Quando a profundidade for superior à altura das crianças, não permitir que elas andem agarradas nas bordas sem que estejam devidamente protegidas.
  • Fossas abertas também oferecem risco de acidentes.
  • Não deixar banheira, tanque ou tonel cheios de água descobertos e ao alcance de crianças.
  • Não permitir que crianças com menos de dois anos usem banheiras na ausência de adulto.
  • Utilizar redes protetoras de piscinas, todas as vezes que a mesma não estiver em uso.
  • Ao utilizar pequenas embarcações, usar salva-vidas.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Os 3 Porquinhos - Uma estória contada por um Pai Engenheiro.

FILHO QUER DORMIR E PEDE AO PAI ( ENGENHEIRO ) PARA CONTAR UMA ESTÓRIA E ELE CONTA A DOS TRÊS PORQUINHOS.

Os Três Porquinhos"....narrado por um Pai Engenheiro ...

Meu Filho, era uma vez três porquinhos ( P1, P2 e P3 ) e um Lobo Mau, por definição, LM, que vivia os atormentando.

P1 era sabido e fazia Engenharia Elétrica e já era formado em Engenharia Civil.

P2 era arquiteto e vivia em fúteis devaneios estéticos absolutamente desprovidos de cálculos rigorosos.

P3 fazia Comunicação e Expressão Visual na ECA.

LM, na Escala Oficial da ABNT, para medição da Maldade (EOMM) era Mau nível 8,75 (arredondando a partir da 3ª casa decimal para cima). LM também era um mega investidor imobiliário sem escrúpulos e cobiçava a propriedade que pertencia aos Pn (onde "n" é um número natural e varia entre 1 e 3), visto que o terreno era de boa conformidade geológica e configuração topográfica, localizado próximo a Granja Viana.

Mas nesse promissor perímetro P1 construiu uma casa de tijolos, sensata e logicamente planejada, toda protegida e com mecanismos automáticos.

Já P2 montou uma casa de blocos articulados feitos de mogno que mais parecia um castelo lego tresloucado.

Enquanto P3 planejou no Autocad e montou ele mesmo, com barbantes e isopor como fundamentos, uma cabana de palha com teto solar, e achava aquilo "o máximo".

Um dia, LM foi ate a propriedade dos suínos e disse, encontrando P3:- "Uahahhahaha, corra, P3, porque vou gritar, e vou gritar e chamar o Conselho de Engenharia Civil para denunciar sua casa de palha projetada por um formando em Comunicação e Expressão Visual!

"Ao que P3 correu para sua amada cabana, mas quando chegou lá os fiscais do Conselho já haviam posto tudo abaixo. Então P3 correu para a casa de P2.

Mas quando chegou lá, encontrou LM à porta, batendo com força e gritando:- "Abra essa porta, P2, ou vou gritar, gritar e gritar e chamar o Greenpeace, para denunciar que você usou madeira nobre de áreas não-reflorestadas e areia de praia para misturar no cimento.

"Antes que P2 alcançasse a porta, esta foi posta a baixo por uma multidão ensandecida de ecos-chatos que invadiram o ambiente, vandalizaram tudo e ocuparam os destroços, pixando e entoando palavras de ordem.

Ao que segue P3 e P2 correm para a casa de P1.

Quando chegaram na casa de P1, este os recebe, e os dois caem ofegantes na sala de entrada.

  • P1: O que houve?
  • P2: LM, lobo mau por definição, nível 8.75, destruiu nossas casas e desapropriou os terrenos.P3: Não temos para onde ir. E agora, que eu farei? Sou apenas um formando em Comunicação e Expressão Visual!Tum-tum-tum-tum-tuuummm!!!! (isto é somente uma simulação de batidas à porta, meu filho! o som correto não é esse).
  • LM: P1, abra essa porta e assine este contrato de transferência de posse de imóvel, ou eu vou gritar e gritar e chamar os fiscais do Conselho de Engenharia em cima de você!!!, e se for preciso até aquele tal de Confea.

Como P1 não abria (apesar da insistência covarde do porco arquiteto e do...do... comunicador e expressivo visuaL?.

LM chamou os fiscais, e estes fizeram testes de robustez do projeto, inspeções sanitárias, projeções geomorfológicas, exames de agentes físico-estressores, cálculos com muitas integrais, matrizes, e geometria analítica avançada, e nada acharam de errado.

Então LM gritou e gritou pela segunda vez, e veio o Greenpeace, mas todo o projeto e implementação da casa de P1 era ecologicamente correta.

Cansado e esbaforido, o vilão lupino resolveu agir de forma irracional (porém super-comum nos contos de fada): ele pessoalmente escalou a casa de P1 pela parede, subiu ate a chaminé e resolveu entrar por esta, para invadir.

Mas quando ele pulou para dentro da chaminé, um dispositivo mecatrônico instalado por P1 captou sua presença por um sensor térmico e ativou uma catapulta que impulsionou com uma força de 33.300 N (Newtons) LM para cima.

Este subiu aos céus, numa trajetória parabólica estreita, alcançando o ápice, onde sua velocidade chegou a zero, a 200 metros do chão.

Agora, meu filho, antes que você pegue num repousar gostoso e o Papai te cubra com este edredom macio e quente, admitindo que a gravidade vale 9,8 m/s² e que um lobo adulto médio pese 60 kg, calcule:

  • a) o deslocamento no eixo "x", tomando como referencial a chaminé;
  • b) a velocidade de queda de LM quando este tocou o chão, e;
  • c) o susto que o Lobo Mau tomou, num gráfico lógico que varia do 0 (repouso) ao 9 (ataque histérico)

Fonte: http://www.recebinoemail.com

Frase de Karl Marx, em 1867. Vale uma Reflexão !!!

"Os donos do capital vão estimular a classe trabalhadora a comprar bens caros, casas, carros, jóias, viagens e outros bens, fazendo-os dever cada vez mais, até que se torne insuportável. O débito não pago levará os bancos à falência, que terão que ser nacionalizados e socorridos pelo Estado."
Karl Marx, "O Capital", 1867

quarta-feira, 25 de março de 2009

Pintura de madeira com verniz (*)

A principal função do verniz é proteger forros, portas, esquadrias e móveis de madeira da exposição do sol e da chuva, além de deixar a madeira mais bonita. O material também conserva e aumenta a durabilidade da madeira. Com o verniz, a vida útil da peça aumenta em até quatro vezes. Já uma peça sem acabamento está mais frágil e, por isso, poderá apodrecer facilmente.

A escolha do verniz mais adequado depende da exposição da peça. Uma madeira que ficará na área interna, como um forro de telhado, por exemplo, pode ser pintada com um verniz marítimo, que tem menos filtro solar. Para esse fim, serão necessárias duas demãos. Já uma peça externa, como um portão de madeira, requer três demãos e um verniz com duplo filtro solar, para proteger melhor o produto.

A pintura de uma peça de madeira com verniz é simples. É preciso uma trincha de 2" e uma lixa para preparar a madeira antes de receber o produto. Não esqueça, se a madeira estiver com camadas de verniz envelhecidas, será necessário usar um removedor antes de lixar e aplicar o produto.

Também é importante fazer a manutenção após um ano e meio, com uma nova aplicação de verniz, mesmo que a peça não esteja danificada. Com isso, a madeira vai durar muito mais e não será necessário trocar por uma peça nova.

Veja como é fácil aplicar o verniz.


Você vai precisar de lixa, trincha ou pincel, pano e espátula. Não se esqueça dos equipamentos de segurança, como luva, óculos e máscara de proteção.



Lixe a madeira antes de aplicar o verniz para remover farpas.






Misture com uma simples espátula o verniz na própria lata, até deixá-lo homogêneo.


Aplique com uma trincha de 2" a primeira demão, no sentido dos veios da madeira. Não deixe de aplicar o produto também nas arestas da peça.



Depois de aplicar a primeira demão, espere o verniz secar por 12 horas para iniciar a segunda e até a terceira demão.




Fonte: (*) Revista Equipe de Obra - www.equipedeobra.com.br

terça-feira, 24 de março de 2009

Ato simbólico contra o aquecimento global

http://www.earthhour.org/signup/br:pt-BR

A Hora do Planeta é um ato simbólico no qual governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a demonstrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas. O gesto simples de apagar as luzes por sessenta minutos, possível em todos os lugares do planeta, tem o significado de chamar para uma reflexão sobre o tema ambiental.

Conhecido mundialmente como Earth Hour, a Hora do Planeta será promovida no País pela primeira vez pelo WWF-Brasil e conta com a adesão e apoio do Rio de Janeiro , a primeira cidade brasileira a aderir à iniciativa.

Em 2009, a Hora do Planeta será realizada no dia 28 de março, das 20h30 às 21h30, e pretende contar com a adesão de mais de mil cidades e 1 bilhão de pessoas em todo o mundo. Mais de 170 cidades de 62 países já confirmaram sua adesão à Hora do Planeta.

Realizada pela primeira vez em 2007, a Hora do Planeta contou com a participação de 2,2 milhões de moradores de Sidney, na Austrália. Já em 2008, o movimento contou com a participação de 50 milhões de pessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se as luzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e da Opera House, em Sidney, entre outros ícones mundiais.

A meta é mobilizar mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo num ato simbólico contra o aquecimento global. Será um protesto silêncioso e às escuras. Durante uma hora do sábado 28, das 20h30 às 21h30, a WWF está convocando para o movimento "A Hora do Planeta 2009".

A campanha já teve adesão de peso, a do secretário-geral das Nações Unidas Ban, Ki-moon,:

- Eu peço a todos que se juntem a nós. Por favor, passem adiante uma mensagem contra as mudanças climáticas. Unidos podemos achar uma solução para esse desafio global urgente.

O movimento já conquistou a adesão de 538 cidades, inclusive o Rio, e se espalhou por 37 diferentes países.

O mesmo vai ocorrer no Rio com o Cristo Redentor, Orla de Copacabana, Parque do Flamengo, Jockey Club Brasileiro e Caminho Aéreo Pão de Açúcar.

Cabo Frio tem que participar também. A Ponte Feliciano Sodré, o Forte São Mateus e outros monumentos da cidade devem ficar às escuras.

Vamos participar desse ato simbólico contra o aquecimento global.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidados na Cozinha.


Junto com banheiros e escadas são os locais mais perigosos no lar.

  • Crianças não devem permanecer na cozinha.
  • Não transportar vasilhames com água quente da cozinha para o banheiro. Misturar a água na própria cozinha, pois sempre há o risco de esbarrar em alguém ou algo, se queimar ou queimar outras pessoas.
  • Posicionar-se corretamente diante do fogão: não expor o rosto a vapores dos líquidos ou frituras.
  • Nunca usar frigideiras, panelas ou outros com o cabo solto.
  • Os cabos das panelas devem estar posicionados para a parte de dentro do fogão, evitando que elas caiam sobre seu corpo.
  • Usar sempre um mexedor de frituras com o cabo longo.
  • Evitar salpicar água sobre o óleo fervente.
  • A panela de pressão é um equipamento delicado. O vapor interno provoca queimaduras e até explosão. A panela só pode ser aberta após resfriada.
  • Facas, chaves de fenda e assemelhados, não devem ser utilizados como abridor de latas.
  • Quando objetos de vidro, porcelana, lâmpadas quebrarem, reúna imediatamente os cacos e coloque-os em local apropriado, evitando deixá-los espalhados.
  • Facas afiadas e outros objetos perfurantes devem ser guardados em local apropriado, fora do alcance das crianças.
  • Nunca trabalhar na cozinha com bebê no colo.
Ilustrações: www.prevencaoacidentes.com.br

sexta-feira, 20 de março de 2009

Segurança no Lar - Cuidado com PRODUTOS QUÍMICOS.

Grande número de produtos químico são utilizados no lar, tornando-se necessário o conhecimento dos efeitos dos mesmos para que se evitem danos à saúde:

A) FATORES QUE AUXILIAM O SURGIMENTO DE DOENÇAS:
  • tempo de exposição: quanto maior a exposição de uma pessoa aos produtos químicos, maiores as possibilidades deste produto causar danos à saúde.
  • concentração do agente: quanto maiores as concentrações dos agentes, maiores são as chances de alterarem a saúde.
  • toxicidade: algumas substâncias são mais tóxicas que outras, se comparadas a uma mesma concentração.
    forma com que o contaminante se apresenta: se é um gás, um líquido, vapor, etc. Isto tem relação com a forma de entrada deste tóxico no organismo.
  • susceptibilidade individual: algumas pessoas são mais sensíveis que outras a determinados agentes químicos .

B) VIAS DE ABSORÇÃO DE MATERIAIS:

  • Por inalação: quando se está em ambiente contaminado ,pode-se absorver a substância nociva pela respiração.
  • Pela pele: certas substâncias podem entrar no organismo pela pele, mesmo que o ocontato seja breve, mesmo sem ferimentos.
  • Por ingestão: esta via de penetração ocorre ou por refeições em locais contaminados ou por não ser realizada higiene das mãos antes das refeições.

C) EFEITOS NO ORGANISMO:

  • IRRITAÇÃO dos olhos, nariz, garganta, pulmões ou pele, geralmente causada por produtos na forma de gás ou vapor, como vapores deácidos, amoníaco, solventes (thinner), cimento, poeiras, etc.
  • ASFIXIA que ocorre por deficiência de oxigênio no organismo. São exemplos de asfixiantes o monóxido de carbono(onde tem fumaça ele está), dióxido de carbono, acetileno, metano, etc.
  • ANESTESIA que é provocada por certos gases ou vapores que, após inalados, causam sonolência ou tonturas. Exemplos: éter etílico, acetona, triclo-rotetileno, clorofórmio, etc.
  • INTOXICAÇÕES que podem ser agudas ou crônicas. O benzeno, por exemplo, pode causar aplasia de medula e leucemia. O tricloroetileno lesões no fígado e rins.

D) PREVENÇÃO:

  • seguir sempre a orientação adequada no manuseio destes produtos.
  • Inseticidas devem ser mantidos em locais próprios, longe de alimentos, fora do alcance de crianças e identificados com rótulos visíveis.
  • Evitar usar inseticida sob a forma de vapor, aerosol ou fumaça em ambientes fechados com a presença de pessoas. Aerosóis usados perto do fogo podem explodir.
  • Usar raticidas somente em locais isolados, distante de animais domésticos e pessoas. Somente liberar o acesso ao local após limpeza do ambiente.
  • Fumaça e gases provenientes da queima de borracha, plástico, cloro, solventes, detergentes, papel, etc. contém substâncias tóxicas. Eliminar a fonte da fumaça e ventile o ambiente.
  • Não guardar produtos como soda cáustica, querosene, detergentes, álcool, água saniária, thinner, amoníaco e desinfetantes em geral embaixo da pia, tanque ou na parte baixa de armários, pois são locais de fácil acesso para crianças.
  • Não reutilizar embalagens de produtos de limpeza. 08) O uso de qualquer medicamento deve ser feito com orientação médica. Guardar fora do alcance de crianças. Os psicotrópicos (tranqülizantes, hipnóticos, etc) devem ser trancados.
  • Não ligar o automóvel em garagem fechada.
  • Evitar a permanência de pessoas perto da descarga de veículo.
  • Manter plantas tóxicas em locais inacessíveis a crianças.
  • Não manter produtos tóxicos em garrafas de refrigerantes ou embalagem de guloseimas.
  • Não comprar enlatados cujas embalagens estejam velhas, estufadas ou enferrujadas.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Segurança no Lar - Proteção contra Incêndios.

O fogo surge da combinação simultânea de um combustível (o que queima), o calor e o oxigênio.

Quando uma substância combustível se aquece, em determinada temperatura crítica, ela se inflamará e continuará queimando enquanto houver combustível, temperatura adequada e oxigênio no ambiente.

Os três elementos citados formam o que se chama de triângulo do fogo: se algum deles for eliminado ou isolado dos demais, não ocorrerá o fogo.

O calor pode ser eliminado por resfriamento. O oxigênio por abafamento. O combustível, mantendo-o em um local onde não haja calor suficiente para a sua inflamação.

O fogo gera calor, que pode causar a combustão ou a fusão dos materiais atingidos e danos como trincas e rachaduras nas estruturas.
Na extinção do fogo podemos:
  • ELIMINAR O CALOR: quando o principal agente é a água, podendo ser usada sob a forma de jato pleno, pulverizada ou com jato de água e espuma.
  • ELIMINAR O OXIGÊNIO: quando se provoca o abafamento, cobrindo-se o local com material incombustível como a espuma química, pó químico seco, gás carbônico e agente mecânico.
  • RETIRADA DO MATERIAL COMBUSTÍVEL.

Regras de Prevenção:

  1. Não estocar materia junto aos extintores e hidrantes;
  2. Não sobrecarregar instalações elétricas;
  3. Apagar fósforos e cigarros antes de jogá-los fora;
  4. Transportar e guardar líquidos inflamáveis em recipientes apropriados, inquebráveis e tapados;
  5. Não jogar líquidos inflamáveis em esgotos, ralos, etc;
  6. Armazenar o botijão de gás em local fresco e ventilado;
  7. Ao sentir cheiro de gás, não acenda a luz, nem fósforos. Abra todas as portas e janelas e remova o botijão para um local ventilado.
  8. A válvula de comando do fogão à gás só deve ser aberta depois de aceso o fósforo;
  9. Ao utilizar o forno verificar se não existe gás acumulado por vazamento;
  10. Ao se ausentar da casa, deixe a válvula do botijão fechada;
  11. Não amolecer cera de assoalho no fogo;
  12. Não fabricar cera líquida em casa acrescentando gasolina ou solvente.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Ditos Gaúchos


A proverbial sabedoria gaudéria sob a forma de expressões curtas e grossas difundidas na internet.

  • Firme que nem prego em polenta
  • Mais chato que chinelo de gordo
  • Mais amontoado que uva em cacho
  • Mais faceiro que mosca em tampa de xarope
  • Mais gorduroso que telelfone de açougueiro
  • Mais grosso que dedo destroncado
  • Mais ansioso que anão em comício
  • Mais comprido que cuspe de bêbado
  • Mais apertado que bombacha de fresco
  • Mais pelado que capaço de repartição
  • Mais apressado que cavalo de carteiro
  • Mais conhecido que parteira de campanha
  • Mais assustado que velha em canoa
  • Mais gasto que fundilho de tropeiro
  • Mais informado que gerente de funerária
  • Mais por fora que cotovelo de camionheiro
  • Mais baixo que voo de marreca choca
  • Mais curto que coice de porco
  • Mais bonita que laranja de amostra
  • Mais curto que estribo de anão
  • Mais calmo que água de poço
  • Mais devagar que enterro de viúva rica.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Prevenção para a vida (*)


A cultura prevencionista está fortemente enraizada nos aspectos negativos. É a quantidade de acidentes que a empresa registrou; é o trabalhador que foi desatento e provocou o acidente; são os gastos que terão de ser feitos para que a empresa não seja multada.
Se, ao contrário disso, ajustarmos o foco da prevenção para os resultados positivos talvez esta tarefa se torne menos árdua.

Especialistas e profissionais estão experimentando uma maneira diferente de lidar com a saúde e segurança, e garantem que está dando certo!

(*) Matéria de Capa da Revista Proteção, edição 207 (mar/09)

quinta-feira, 12 de março de 2009

A FARRA DOS FOGOS DE ARTIFÍCIOS


Os fogos de artifícios têm um poder de despertar uma curiosidade ímpar em todos nós. Quem nunca se emocionou ou ficou admirado com o show pirotécnico do final de ano na praia? Mas, nos últimos tempos, em Cabo Frio, o “pipocar” dos fogos pela cidade tem sempre causado questionamentos.

Será que foi gol do Flamengo? Ou será que foi do Vasco?Definitivamente, não! Foi mais uma decisão judicial favorecendo algum candidato a prefeito do último pleito eleitoral. E logo, começam os telefonemas ou aumentam acessos aos “sites” do TRE ou TSE na ânsia de obter as informações.

É impressionante, como isso mexe com a população. Ficam todos ansiosos. "Será o que aconteceu?" - perguntam logo. Em seguida, começam os boatos: "Alair vai tomar posse na semana que vem." "Não, Marquinho ganhou mais um processo e vai ficar na prefeitura."

Definitivamente, isso está ficando insuportável! A cidade vive em constante clima eleitoral, mesmo após o encerramento das eleições. Não há tranqüilidade para governar a cidade ou para receber investimento, pois quem vai querer investir em um lugar onde não se sabe o que realmente vai acontecer?

Em tempos de crise, a cidade está praticamente parada a espera de um ponto final desse emaranhado de processos eleitorais. Só estão sorrindo as lojas de produtos pirotécnicos, pois hoje, esse é o melhor negócio da cidade.

Afinal, praticamente toda semana, é uma farra de fogos pela cidade.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Segurança nos Canteiros de Obra



Todo equipamento que vibra muito deve estar muito bem apoiado sobre uma base. Esse equipamento pode se mover e tombar.







Luvas, botas e óculos protegem o carpinteiro de cortes e ferimentos nos olhos. Procure também um local seguro.








Apesar de a rede não estar eletrificada, o eletricista pode machucar as mãos com as pontas dos fios. A norma recomenda o uso de luva de pelica.




A cinta serve para proteger o trabalhador de queda em um momento de descuido, mesmo que a sacada, já construída, seja um elemento a mais de proteção.




Fonte: Revista Equipe de Obra, edição 20.

segunda-feira, 9 de março de 2009

Transporte Gratuito para Escolas Técnicas Federais

O Governo Federal, no ano que completa centenário da Rede Federal de Educação Profissional, inaugura inúmeras unidades pelo país afora, só na última semana foram inauguradas 03 unidades no Estado do Rio de Janeiro, o IFF em Cabo Frio, a Escola Técnica Federal de Volta Redonda e a de Duque de Caxias.

Os jovens de hoje em dia têm a oportunidade de estudar em Escolas Técnicas Federais mais próximas de suas residências. Pode até ser fácil começar a estudar, porém o difícil é se manterem nos cursos. Uma das principais dificuldades dos alunos é o transporte, principalmente, porque muitos jovens não têm condição de pagar passagens muito caras.

Hoje (09/03), no programa do radialista Ademilton Ferreira, da Rádio Litoral FM, o grupo de jovens que moram em cidades da Região dos Lagos e estudam no IFF em Macaé, foram reclamar do alto preço das passagens e da dificuldade de se deslocarem até a escola. Muitos gastam até R$ 9,50 por dia com passagens.

Os alunos das escolas técnicas federais, até 2005, podiam usufruir do benefício da gratuidade do transporte público, porém a ex-governadora Rosinha sancionou uma lei que excluía esses jovens desse benefício.

Jovens vão à luta, entrem contato com demais estudantes de outras unidades, se organizem e façam pressão sobre os deputados da Alerj para mudarem a lei. Esse é o melhor momento, afinal, no ano que vem tem eleição para deputados e para governador.

Essa luta não é apenas dos jovens da Região dos Lagos, e sim, de todos os alunos de todas as Escolas Federais implantadas no RJ.

domingo, 8 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher

Poemas para todas as mulheres

No teu branco seio eu choro.
Minhas lágrimas descem pelo teu ventre
E se embebedam do perfume do teu sexo.
Mulher, que máquina és, que só me tens desesperado
Confuso, criança para te conter!
Oh, não feches os teus braços sobre a minha tristeza não!
Ah, não abandones a tua boca à minha inocência, não!
Homem sou belo
Macho sou forte, poeta sou altíssimo
E só a pureza me ama e ela é em mim uma cidade e tem mil e uma portas.
Ai! Teus cabelos recendem à flor da murta
Melhor seria morrer ou ver-te morta
E nunca, nunca poder te tocar!
Mas, fauno, sinto o vento do mar roçar-me os braços
Anjo, sinto o calor do vento nas espumas
Passarinho, sinto o ninho nos teus pêlos...
Correi, correi, ó lágrimas saudosas
Afogai-me, tirai-me deste tempo
Levai-me para o campo das estrelas
Entregai-me depressa à lua cheia
Dai-me o poder vagaroso do soneto, dai-me a iluminação das odes, dai-me
o cântico dos cânticos
Que eu não posso mais, ai!
Que esta mulher me devora!
Que eu quero fugir, quero a minha mãezinha quero o colo de Nossa Senhora!

Vinícius de Moraes.


As "Mulheres são espiãs de Deus", como disse Luiz Fernando Veríssimo.

O que seria de nós, relés mortais homens, diante da mais profunda beleza da alma feminina.


Parabéns a todas as mulheres pela foça e coragem de como enfrentam a vida !!!


Homenagem a todas mulheres, em especial,
minha esposa Maristela, minha mãe Aguida Maria,
minha irmã Michelle e minha pequena filhinha Marinna.

sábado, 7 de março de 2009

TRABALHO EM TELHADOS

COMO EVITAR ACIDENTES NO

TRABALHO EM TELHADOS

Atividades em altura exigem rigorosas medidas de proteção.
No que se refere ao trabalho em telhados, o trabalhador deve seguir alguns
procedimentos de segurança para não correr risco de acidente e queda.
  • Antes de iniciar o trabalho, o profissional deve planejar o trajeto que irá percorrer sobre o telhado.
  • Uma linha permanente de segurança, constituída de cabo de aço, trilho ou corda sintética, deve ser instalada no telhado.
  • Nunca pise diretamente nas telhas e nem permita a concentração de pessoas num mesmo ponto do telhado.
  • Também é preciso programar o desligamento de fornos e de outros equipamentos que estejam sob o telhado para evitar a emanação de gases.
  • A escada também deve ser equipada com linhas de segurança, o que permite o uso de trava-quedas ao longo dos degraus.
  • Para locomoção nas telhas, é recomendado o uso de passarelas antiderrapantes de alumínio.
  • Em dias de chuva, vento forte, ou quando a superfície estiver escorregadia, a atividade deve ser remarcada, pois o risco de acidentes é grande nestas situações.
  • Usar também os demais EPI’s obrigatórios para esta atividade: calçado com solado antiderrapante; luvas de raspa; capacete fixado na jugular; e óculos de proteção lateral.
  • O profissional deve portar um cinturão de segurança, tipo pára-quedista, acoplado ao cabo, corda ou trilho de aço. Isso possibilita uma fácil movimentação sobre toda área de trabalho.

Fonte: Revista Proteção, edição 199 (Dicas do Protegildo)

sexta-feira, 6 de março de 2009

Utilidade Pública - Disque Óleo !!!




quinta-feira, 5 de março de 2009

Presidente Lula inaugura o Cefet, em Cabo Frio.


O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o Governador Sérgio Cabral e o Prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes, inauguram, nesta quinta-feira, dia 5, às 15h, o campus Cabo Frio do IFF - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (antigo CEFET Campos – Uned Lagos).

A cerimônia de inauguração, que deve contar ainda com as presenças do Ministro da Educação Fernando Haddad, do Ministro da Justiça Tarso Genro, do Ministro das Cidades Márcio Fortes e do Ministro de Ciência e Tecnologia Sérgio Machado Rezende, acontecerá no local onde está instalada a unidade federal, na Estrada Cabo Frio-Búzios, s/nº, endereço do antigo Centrinho. Participarão da solenidade autoridades federais, estaduais e da Região dos Lagos.

Contando com cerca de 190 alunos, a unidade oferece cursos técnicos nas áreas de petróleo e gás, eletromecânica, guia de turismo e hospedagem, e, em nível de graduação, a Licenciatura em Ciências Naturais, com ênfase em Física.

Um sonho antigo de todos na Região dos Lagos, a instalação do IFF proporcionar aos nossos jovens a oportunidade de estudar cursos técnicos gratuitos e perto de casa.

O tão sonhado curso universitário e gratuito na Região dos Lagos será concretizado com o curso de Licenciatura em Ciências Naturais, com ênfase em Física. Esse será o primeiro de muitos outros que estão prometendo para o IFF Campus Cabo Frio.

Parabéns Cabo Frio e toda Região dos Lagos !

Risco da Atividade de Pavimentação Asfáltica

É possível ter idéia da pujança econômica de uma nação pelo conhecimento do nível de atividade na indústria da construção civil. Motor e termômetro da economia, este setor é terreno fértil para o estudo das engenharias.

Em um campo reconhecidamente concentrador de mão-de-obra, é equivocada a abordagem estritamente tecnicista, com foco na Engenharia Civil, em detrimento de aspectos importantes de gestão.

Cabe a Engenharia de Segurança promover sua inserção como um dos principais atores na discussão da indústria da construção civil, trazendo, à luz da relevância, a preocupação com os riscos inerentes, potenciais causadores de perdas humanas, ambientais e materiais.

Este artigo defende o efetivo gerenciamento da segurança e saúde do trabalhador na indústria da construção civil pesada voltada para a manutenção de rodovias, mais especificamente na atividade de pavimentação asfáltica.

Ao observar uma obra de manutenção de rodovia com uma área pavimentada em torno de 20.000 m2, a obra foi dividida em 04 (quatro) serviços, cada uma representando uma etapa da obra: imprimação mecanizada da área a ser pavimentada executada pelo espargidor; transporte do concreto asfáltico executado por caminhões; distribuição e espalhamento do concreto asfáltico executado pela acabadora; e compactação do concreto asfáltico executado pelos rolos de pneumáticos e vibratórios.

De posse de informação visual fornecida por uma matriz de risco, a maior concentração de riscos é de intolerável e moderado. Isso reflete nitidamente a precariedade em que se encontra atividade como um todo no tocante à avaliação e controle dos riscos inerentes.

Analisando qualitativamente o sistema da análise preliminar de risco por serviço e considerando os critérios adotados para estabelecer um ranking dos graus de riscos, verificou-se que a compactação do concreto asfáltico executado pelos rolos de pneumáticos e vibratórios apresenta maior potencial de risco para atividade de pavimentação asfáltica.

Objetivamente, os principais riscos encontrados na obra analisada foram os de acidentes, como os atropelamentos e quedas de pessoas dos equipamentos, e os químicos devido à intoxicação com vapores e poeiras provenientes do asfalto. Especificamente, este último, é digno de nota, uma vez que concorre para patogenicidade do ambiente não só o vapor asfáltico, como também, poeiras químicas e insolação, constituindo dessa forma, um autêntico risco combinado.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Ponte Rio-Niterói completa 35 anos.

Foto: www.transporte.gov.br
Uma das maiores obras da engenharia brasileira, a Ponte Rio-Niterói, menos conhecida como Ponte Presidente Costa e Silva, completa 35 anos de sua inauguração.

No dia 4 de março de 1974, a bordo do Rolls Royce presidencial, o presidente Emilio Garrastazu Médici, o seu ajudante de ordens e futuro presidente João Figueiredo e o ministro dos Transportes, Mario Andreazza, faziam a travessia inaugural da ponte, tornando realidade um sonho secular dos habitantes da região.

A idéia de construir um acesso que liga a cidade do Rio de Janeiro à cidade de Niterói remota ao ano de 1875. Na época havia sido concebida a construção de uma ponte e, posteriormente, de um túnel.

A construção começou em 1968 e foi entregue no dia 04 de março de 1974 e, no seu auge, empregou mais de dez mil operários liderados por cerca de 150 engenheiros. Marco da capacitação técnica brasileira, tantos foram os desafios vencidos, ainda hoje a Ponte Rio – Niterói é uma obra superlativa: a maior ponte do Brasil e do hemisfério sul, a maior estrutura protendida das Américas, o maior vão em viga reta construído pelo homem.

Hoje, ela é a sétima do mundo em extensão, mas, garantem engenheiros que participaram da construção, a Ponte Rio – Niterói ainda é a maior do mundo em volume espacial (área construída), por conta dos pilares gigantescos e das fundações muito profundas, com tubulões a até 60 metros abaixo da lâmina d’água cravados na rocha do fundo da baía.

Com a construção da Ponte Rio-Niterói, as viagens para Região dos Lagos ficaram mais rápidas e, com isso, Cabo Frio se desenvolveu rapidamente.

Parabéns Engenharia Brasileira!

Carnaval 2009 – De olho em 2010.

Apuradas as notas dos jurados, a G.R.E.S. Império de Cabo Frio comemora o 8° título no Grupo Especial dos Desfiles das Escolas de Samba de Cabo Frio. Comemora, também, a G.R.E.S. Sol a Sol que em 2010 estará na elite do carnaval cabofriense.

Passado a folia de momo, algumas mudanças já se desenham para o Carnaval de 2010. A primeira delas é o fim da subvenção da Prefeitura Municipal paga às Escolas de Samba e aos Blocos de Arrastão.

Se isso mesmo acontecer, estará de parabéns a Prefeitura de Cabo Frio, que já disponibiliza os barracões da Morada do Samba. As escolas de samba têm que programar eventos (feijoadas e roda de samba, por exemplo) durante todo o ano de 2009 para gerar recursos com objetivo de montar o carnaval de 2010.

Em relação aos blocos de arrastão de Cabo Frio, nunca se viu tanto bloco. Mas é óbvio, com dinheiro do povo e ainda vendendo camisas, esses blocos são os melhores negócios do carnaval cabofriense, como disse o secretário de Turismo da cidade em entrevistas nas rádios locais.

Com o fim da subvenção do dinheiro público, vão ficar somente os blocos tradicionais de Cabo Frio, como o Parókia, Praibola, Bloco da Farinha, entre outros tradicionais.

Em tempos de crise, prudência com o erário público é o melhor remédio.

terça-feira, 3 de março de 2009

Pesquisa mostra os riscos do exagero no trabalho (*)

"Estudos têm demonstrado que o excesso de trabalho está associado a reações do sistema endocrinológico e imunológico, alteração do padrão do sono, fadiga, depressão, hábitos de vida prejudiciais à saúde e ao aumento do risco de doenças cardiovasculares", explica o doutor em Neurologia pela Unicamp, Ricardo Teixeira, que também dirige o Instituto do Cérebro de Brasília.

Segundo ele, além dessas complicações, uma pesquisa publicada recentemente pelo American Journal of Epidemiology revelou que pessoas que trabalham até 40 horas por semana têm melhor desempenho cognitivo (funcionamento de cérebro) do que aquelas que trabalham mais de 55 horas.

Sobre a pesquisa

O levantamento foi realizado da seguinte maneira: mais de 2 mil voluntários ingleses com média de idade de 51 anos foram acompanhados durante cinco anos.

Quanto mais horas de trabalho, piores os resultados em testes de habilidades verbais (vocabulário e fluência), assim como de funções executivas.

"Os resultados foram significativos, mesmo quando corrigidos para diversos fatores demográficos, como idade e nível educacional, e marcadores de saúde (doenças cardiovasculares, transtornos do sono e estresse psicológico). Isso significa que não foi possível responsabilizar nenhum desses fatores específicos pelos resultados", explica Teixeira, para quem ainda resta uma pergunta a ser respondida pela ciência: se os excessos no trabalho podem representar um fator de risco para a demência na terceira idade.

Fonte: Administradores - 25/2/2009 -
Ilustração: Beto Soares/Estúdio Boom
(*) www.protecao.com.br

Adicional de Insalubridade - Direito do trabalhador ou compra de sua saúde ?

O adicional de Insalubridade, instituído no Brasil em l° de maio de 1940, pelo Decreto-Lei n° 2162, está perto de completar 69 anos. A legislação mantém o referido adicional, com base nos artigos 189, 190 e 192 da CLT, ficando a determinação dos graus de insalubridade por conta dos anexos da NR-15 da Portaria 3214/78, de 08 de junho de 1978, do Ministério o Trabalho e Emprego.

A comprovação do trabalho em condições insalubres é de competência exclusiva dos profissionais das áreas de Engenharia de Segurança do Trabalho e Medicina do Trabalho, de acordo com o artigo 195 da CLT, devendo ser realizada inspeção nos locais de trabalho, para avaliação quantitativa ou qualitativa do agente, emissão de laudo técnico circunstanciado e conclusivo sobre a exposição dos trabalhadores aos mencionados agentes de riscos.

A instituição do adicional de insalubridade é um instrumento maléfico, pois compra a saúde do trabalhador, mensalmente, por 20% do salário mínimo. É o único país do mundo que adota tal prática e com a complacência os Sindicatos, do Governo, das empresas e das Entidades.

As empresas deveriam investir mais em segurança para tornar o ambiente de trabalho mais salubre. Está passando da hora de eliminar esse adicional da legislação brasileira, pois a saúde do trabalhador não pode ser comprada.

segunda-feira, 2 de março de 2009

No limite da razão (*)


Especialistas apontam que o sofrimento relacionado ao trabalho tem sido cada vez mais freqüente. Especialistas da área de saúde mental apontam que muitos dos transtornos têm, sim, a ver com o trabalho e que eles já são uma verdadeira epidemia mundial. Psicólogos do trabalho, médicos psiquiatras, sociólogos e as próprias empresas garantem: enquanto as corporações não procurarem pelos verdadeiros fatores de risco causadores de estresse, depressão, síndrome do pânico que atingem os seus trabalhadores, os números vão continuar aumentando.
(*) Matéria de capa da Revista Proteção, edição 199.