terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Aerogeradores que irão entrar em funcionamento até o fim desse ano tem o aço como peça fundamental

ENERGIA LIMPA PARA 12 MILHÕES DE PESSOAS.

Thinkstock Photos
A energia eólica, considerada limpa e renovável, surge a partir da transformação da energia do vento em energia útil.
No final de 2014, o Brasil contará com um parque de aerogeradores conectados ao sistema elétrico do país capaz de gerar, com a força dos ventos, 5 gigawatts (GW). É energia limpa suficiente para suprir a demanda de 12 milhões de pessoas, uma população equivalente a da cidade de São Paulo.
A Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica) prevê que em 2020 a capacidade alcançará 20 GW. Ainda será pouco diante do imenso potencial eólico brasileiro, que supera 300 GW. Para efeito de comparação, hoje a geração elétrica no Brasil, somando todas as fontes disponíveis, não chega a 130 GW.

Segundo a Abeeólica, o país já conta com fábricas capazes de fornecer todos os componentes de um aerogerador. E o aço tem papel importante nessa indústria, sendo componente de várias peças utilizadas. Mas é nas torres que sustentam as turbinas onde a presença do aço é mais intensa. Apenas a ArcelorMittal Aços Longos, líder nesse segmento de mercado, prevê fornecer 10 mil toneladas de aço para torres no biênio 2014-2015.

Existem dois tipos de torres eólicas, as de aço e as de concreto. As torres metálicas são utilizadas em projetos onde os aerogeradores são instalados a uma altura entre 60 e 100 metros do solo. As torres de concreto são de todos os tamanhos, mas é mais usual seu emprego em instalações de 80 a 120 metros. Cada torre de concreto utiliza 82 toneladas de aço em sua estrutura. O metal, portanto, precisa apresentar uma ótima soldabilidade para facilitar e agilizar o processo de construção.
A ArcelorMittal Aços Longos e a CTZ Eolic Tower fecharam uma parceria em 2013 para fornecer torres eólicas de concreto em um formato inovador no Brasil, com a produção ocorrendo diretamente no parque eólico, evitando o transporte dessas gigantes peças.
Na Europa, a ArcelorMittal também é uma das pioneiras no desenvolvimento de uma nova tecnologia de turbinas eólicas. Em parceria com a Renewables Letzebuerg lançou a turbina eólica de eixo vertical Estreya L2. Por não utilizar pás gigantescas, como as tradicionais de eixo horizontal, e gerar níveis de ruído reduzido, essa nova geração de turbinas pode ser instalada em centros urbanos, inclusive no topo de edifícios. É uma nova tecnologia que pode ampliar o potencial eólico do mundo.
Fonte: ig

CAT de São Pedro da Aldeia já encaminhou - com contratação - mais de 2000 pessoas




O Balcão de Empregos já existia na administração anterior. A equipe da SAGAT (Secretaria de Agricultura,Abastecimento, Trabalho e Renda) recebeu 37 currículos e um cadastro - feito manualmente - de cerca de 50 empresas, mas nenhum registro de quantos contatos foram realizados, nem quantos resultaram na contratação, relativo ao período anterior a 2013.



Desde janeiro de 2013 iniciou-se um trabalho de cadastramento e de encaminhamento ao mercado de trabalho, em duas frentes principais: o Balcão de Empregos e o Programa Jovem Aprendiz. O Balcão atende prioritariamente a quem já atuava no mercado de trabalho e está necessitando relocação. O Jovem Aprendiz atende a jovens que, a partir de 14 anos, buscam seu primeiro emprego. Esse cadastro pretende atender aos programas Jovem Aprendiz, Primeiro Emprego e outros com finalidades semelhantes.

  
Para atender melhor à população, foi inaugurado o Centro de Atendimento ao Trabalhador, que fica próximo à Rodoviária. Nesse local passou a funcionar, também por ação da Prefeitura, a Delegacia Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, facilitando a vida de trabalhadores e empregadores - que não precisam mais se deslocar para Cabo Frio para resolver questões trabalhistas.





METAS ESTABELECIDAS E CUMPRIDAS 



Estabeleceram-se como METAS o cadastramento de 10.000 pessoas no serviço de encaminhamento ao mercado de trabalho (Banco de Oportunidades) e, destes, o encaminhamento de 2000 pessoas com contratação. O prazo para a execução é dezembro de 2016.



Ainda na metade do prazo,ambas as metas foram superadas. Atualmente, já são 10742inscritos (7715 no Balcão de Empregos e 3027 no Jovem Aprendiz). Destes, já foram encaminhados e admitidos 2008 pessoas (1812 do Balcão de Empregos e 196 do Jovem Aprendiz).



ACOMPANHAMENTO DAS METAS 

  
META 1 -  Cadastrar 8000 registros no Banco de Oportunidades para encaminhamento ao Mercado de Trabalho.




META 2Encaminhar, para admissão, 2000 pessoas cadastradas no Banco de Oportunidades.

Fonte: SAGAT (Secretaria de Agricultura,Abastecimento, Trabalho e Renda) / Prefeitura de São Pedro da Aldeia

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

RESOLUÇÃO POLÍTICA DO DIRETÓRIO ESTADUAL DO PT-RJ, APROVADA EM 07/12/14

Nosso Presidente Washington Quaquá lendo a Resolução aprovada:
Considerando que a reeleição da presidenta Dilma se deu numa conjuntura marcada por uma radical polarização ideológica e de classes, enfrentando inúmeras tentativas golpistas de setores da mídia e a ampliação da influência conservadora na sociedade;
Considerando que agora se trata de fazer valer a decisão democrática e soberana da maioria do eleitorado brasileiro em torno de um programa de mudanças sociais;
Considerando que a candidatura do senador Lindberg Farias a governador embora não vitoriosa eleitoralmente reabriu para o nosso partido a via da disputa de um projeto de esquerda para o estado;
O Diretório Estadual do PT-RJ decide:
1. Colocar como centro de nossa política estadual, a prioridade nacional do PT de mobilizar a sociedade e unificar as forças democráticas e de esquerda para lutar pela reforma política com participação popular, pela regulação constitucional da mídia e pela aprovação da política de participação social e pelas demais reformas estruturais. Entendemos que o fortalecimento da governabilidade social vai ajudar a presidenta Dilma a construir uma mais sólida e programática governabilidade institucional. A necessária reaproximação e diálogo com os movimentos sociais é a urgência imposta pela conjuntura nacional ao nosso partido e que devemos saber interpretá-las nas condições particulares de nosso estado.
2. Embora o centro de nossa tática no estado seja o de organizar e mobilizar os movimentos sociais pelas reformas programáticas, no estado o PT continuará tendo como norte de sua estratégia a disputa de um projeto de poder de esquerda para o governo estadual. Em virtude disso não integraremos a base aliada do governo Pezão e atuaremos com independência crítica na Assembleia Legislativa. Nenhum filiado do PT integrará qualquer cargo em qualquer escalão do Governo Pezão. Reconhecemos a importância para o povo fluminense e o desenvolvimento econômico do estado a relação de cooperação mútua entre o governo federal e o governo estadual. Contudo, exerceremos o direito de crítica a tudo àquilo que represente prejuízo aos interesses do povo, do cidadão e do contribuinte.
3. O Diretório Estadual convoca todas as suas instâncias municipais, zonais e setoriais e ainda os núcleos de base e a militância em geral, bem como as bancadas estadual e municipais do partido, para o esforço conjunto de lutar pela Reforma Política, a Regulação da Mídia, a Política de Participação Social e demais reformas estruturais, mobilizando tanto os setores que votaram na presidenta Dilma quanto reconquistando a confiança política daqueles setores populares que equivocadamente votaram no candidato das elites conservadoras. O momento é o de fortalecermos a unidade e combatividade do partido e, de forma independente, reafirmarmos a nossa confiança na presidenta Dilma.
Diretório Estadual do PT do Rio de janeiro